#SouMulherSouMorar: elas estão em todas as áreas

Dia 8 de março foi o Dia Internacional da Mulher, dia de comemorar e valorizar essas guerreiras que vêm conquistando espaços a cada ano com dedicação, organização, delicadeza, força e garra. 

Por muito tempo, os canteiros de obras foram espaços considerados masculinos, mas as coisas estão mudando. Nos últimos anos esse preconceito tem caído e as mulheres têm contribuído ativamente para o crescimento do mercado da construção civil. 

A prova são os resultados expressivos alcançados por elas na Morar Construtora. No setor administrativo das empresas, as mulheres já são maioria nos cargos de liderança, ocupando 54% das vagas. Até mesmo nas obras, elas já representam um percentual importante: 40%.

A coordenadora de projetos da Morar, Jaqueline Luci, conta que, na Morar Construtora é muito natural trabalhar na construção civil, e que  é muito grata por atuar em uma empresa que valoriza, exalta e acolhe a mulher.

“Sabemos que em geral esse mercado é muito masculinizado e até machista, mas para mim é um orgulho enorme estar fazendo diferença nesse meio. A Morar é composta em sua maioria por mulheres.Somos muito valorizadas e exaltadas pelas profissionais que somos, independente de sermos mulheres, somos um time de grandes profissionais de alta performance, diferenciadas no mercado”, disse.

Janine Oliveira, técnica em edificações, que atualmente está trabalhando nas obras do Vista de Barcelona, novo empreendimento da Morar na Serra, conta que está encantada com o campo de obras e o apoio que a empresa dá para a mulher. 

“Por ser um ambiente majoritariamente masculino, às vezes acabamos duvidando da nossa capacidade, mas na Morar percebo um incentivo muito grande para o nosso desenvolvimento dentro da área”, contou.

A coordenadora de obras do Vista de Pitanga, Luana de Aquino, atua na área há mais de 15 anos, ao longo de sua trajetória na engenharia civil sempre se sentiu muito à vontade para exercer a sua profissão, principalmente na Morar. 

“Sou fã da Morar. Ela acolhe, motiva e valoriza os seus. Sem dúvidas, ver outras mulheres atuando nessa área, considerada masculina, é motivo de muito orgulho. Isso só vem para confirmar o potencial e força da mulher”, finalizou.

A única engenheira de sua turma na UFES 

Dona de uma das histórias de maior sucesso da Construção Civil capixaba, Delva Almeida, 75 anos, única mulher da turma de engenharia civil da Ufes em 1967, e uma das cinco até então na história do curso, construiu, como sócia-fundadora da Morar Construtora, uma das mais importantes histórias do mercado imobiliário do Espírito Santo.

“Atualmente, as mulheres são maioria nas cadeiras das universidades, mas nem sempre foi assim. Nos anos 60, o território acadêmico era predominantemente masculino, sobretudo no campo da engenharia. No entanto, foi um período de grande aprendizado e respeito entre os colegas, muitos dos quais sou amiga até hoje”, relembra Delva.

A capacidade técnica, força profissional e o compromisso das mulheres na luta por seus direitos estão garantindo mudanças socioculturais. As novas gerações de engenheiras, técnicas e operárias estão cada vez mais conseguindo oportunidades, reconhecimento e valorização no trabalho.

A Morar Construtora tem muito orgulho de contar diariamente com o trabalho de mulheres competentes e incríveis. Estaremos sempre aqui para valorizar, acolher e exaltar as nossas mulheres.

 #SouMulherSouMorar

Venha morar conosco! Conheça o novo Vista de Bicanga.